TCE lança Biblioteca Digital e dissemina conhecimento entre servidores

28/11/2012

Facilitar o acesso à leitura de modo que os servidores do Tribunal de Contas do Estado (TCE) atualizem seus conhecimentos continuamente. Esse é o objetivo central da Biblioteca Digital do TCE, lançada na manhã desta quarta, 28, em solenidade no Auditório Manoel Cabral Machado, com a participação do conselheiro-presidente, Carlos Alberto Sobral de Souza. A novidade já está disponível para os servidores da Casa por meio da Intranet.
 
Ao destacar a importância da Biblioteca Digital, o conselheiro elogiou o trabalho da Coordenadoria de Informática e da Escola de Contas Conselheiro José Amado Nascimento (Ecojan), setores envolvidos em seu desenvolvimento, além de parafrasear o filósofo inglês Francis Bacon, segundo o qual 'conhecimento é poder': "Como conhecimento é cultura, é poder, usem bem desse poder e desenvolvam seu conhecimento", destacou.
 
Na oportunidade, a chefe da biblioteca, Stella Rocha, apresentou o funcionamento da nova ferramenta aos servidores da Casa. "O objetivo é a disseminação do conhecimento para que todos os servidores tenham o acesso de forma facilitada. Assim eles angariam conhecimentos e podem atribuir em suas tarefas no âmbito do TCE", disse Stella, que durante a apresentação ainda contou com a colaboração do analista de sistemas Sérgio Antônio.
 
De acordo com a coordenadora da Escola de Contas, professora Patrícia Verônica, a Biblioteca Digital representa um avanço significativo para o TCE. "Até então nossa biblioteca operava apenas na parte física e agora a temos virtualmente com uma gama de informações, desde teses, monografias, links que remetem a outras instituições como a USP, ao STF, o STJ, enfim, uma gama de informações necessárias para o desenvolvimento dos servidores da Casa, pois nós sabemos que eles têm essa sede de conhecimento", ressaltou.
 
Presente na solenidade de apresentação da ferramenta, o procurador do Ministério Público de Contas, João Augusto dos Anjos Bandeira de Mello, enalteceu a iniciativa de disponibilizar via intranet vários livros, monografias, teses e periódicos. "O controle é algo extremamente especializado, extremamente dinâmico em termos de mudança de legislação, de doutrina, de posicionamento, e de aperfeiçoamento. Urge ter uma literatura, acesso à informação cada vez mais alargado. E esse trabalho vem ao encontro dessa necessidade", concluiu.